Imagine Hot Liam Payne - Por Imagines For Directioners

|| ||

 Eu não queria que acabasse daquele jeito, afinal, quem quer ver seu relacionamento indo por água abaixo a cada dia que passa? SeuNome me encarava, um misto de dor, prazer e tristeza, era típico dela conseguir expressar vários sentimentos com apenas um olhar profundo. Ela estava sentada na cama, enquanto eu, estava parado parado em sua frente tentando processar se o que ela estava falando era sério.
- O quê?- eu perguntei, tinha certeza que meus olhos estavam arregalados.
- Foi isso mesmo que você ouviu, Liam. Quero terminar.

 Me sentei na cama ao seu lado, meu coração se acelerou e eu fiquei apenas a encarando, esperando que ela risse da minha cara de idiota.
- Não pode estar falando sério.
- Eu já arrumei minha malas, estou indo embora, Liam, espero que entenda.
- Eu não entendo!- me levantei, alterando a voz, ela pareceu se assustar.- Foram anos vivendo assim, não venha se queixar agora.
- Mas uma hora a gente cansa e eu cansei! Estou voltando para a casa da minha mãe, ela tinha razão sobre você.- ela se levantou, me peitando.

 Em um ato não pensado eu a empurrei na cama, a fazendo cair. Subi em cima de SeuNome e a beijei. Era insano o que fazíamos. Ela puxou meus cabelos em um ato de prazer mas para mim foi doloroso. Ela envolveu suas pernas em minha cintura e eu percorria minhas mãos pelo seu corpo apertando algumas partes dele. Eu não entendia a nossa relação, mas eu gostava. Tirei a blusa regata dela e adorei ver seus seios fartos expostos apenas para mim, apertei-os observando a face de SeuNome e ela rosnava de prazer, eu queria foder ela com força. SeuNome era um misto de meiguice e grosseria, mas eu sempre gostava do lado meigo dela, eu até dizia que ela é luz e eu escuridão. Com os pés, SeuNome abaixou minha calça moletom e eu acabei de me livrar dela de um jeito rápido voltando a beijar minha garota. SeuNome estava com uma calcinha box preta da Calvin Klein, eu adorava quando ela vestia essas calcinhas e aposto que estava com ela para me provocar. Eu brincava com a barra da peça enquanto nos beijávamos selvagemente, eu jurava que meus lábios sangravam naquele momento.
- Eu quero você, Liam... quero agora.- ela gemeu em sussurro perto ao meu ouvido.

 Eu sorri e tirei sua calcinha, arranquei meu membro para fora da cueca e a instiguei o esfregando em sua intimidade sem penetrá-la. SeuNome gemia e já estava molhada com o ato, eu sorri e sem nenhum aviso prévio coloquei todo meu pênis dentro dela, a mesma gemeu alto e cravou as unhas em minhas costas, rebolando em meu pênis como se fosse a última vez que sentiria um dentro dela.

 Comecei a me movimentar com força, SeuNome pedia para eu ir mais rápido e eu tenho que admitir que as vezes eu não aguentava aquela garota. Nos virei na cama e deixei que ela fosse como quisesse, sempre era o suficiente para mim e eu adora ver seus peitos se movendo junto a ela. Ela segurava seus cabelos e apertava um de seus seios enquanto cavalgava em cima de mim. Minhas mãos estavam em suas coxas e me surpreendi quando ela soltou uma frase rebolando tão deliciosamente me fazendo gozar.
- Somos tão filhos da puta, transamos e brigamos, é nosso paraíso e nossa zona de guerra.

 Ela se deitou ao meu lado e eu coloquei meus dedos em sua intimidade, não acabaria sem fazê-la gozar. Comecei a masturbá-la e a mesma gemia baixinho, apreciando o trabalho de meus dedos. Aumentei a velocidade de meus dedos e SeuNome se acabou neles e relaxou. Levantei minha cueca e me deitei de barriga para cima e ela na mesma posição, nua. Ela se deitou em meu peito e ficou fazendo desenhos imaginários nele, era tão bom ficar assim com ela. Quando percebi, o cansaço me venceu e eu acabei caindo no sono abraçado a SeuNome.

 Quando acordei, estava abraçado a um travesseiro que tinha o cheiro dela, despertei rapidamente ao perceber que ela não estava ali comigo O seu guarda roupa estava aberto e não havia nada dentro dele.
- SeuNome?- a chamei.

 Não obtive resposta e então me levantei. Andei por todo o apartamento a chamando, mas ela não estava ali. Lágrimas já corriam por meu rosto ao perceber que ela estava falando mesmo sério quando disse que queria terminar e ir embora. Me sentei na cama, soluçando com as mãos na cabeça, me perguntando qual foi o erro dessa vez. Limpei as lágrimas quando percebi um bilhete em cima do criado mudo.

"Somos muito diferentes um do outro Liam, sonhos diferentes, pensamentos diferentes. Você é tão sujo e bruto e eu mesmo grosseira as vezes sou sensível a maior parte do tempo, é como você diz, eu sou luz e você escuridão. Todo tempo que passei com você, eu só vi dor e prazer, não vi e nem senti o mais importante: amor. Adoraria te abraçar todas as noites e acordar ao seu lado todos os dias pelo resto da minha vida, mas minha escolha foi me afastar de você. Espero que fique bem, vou sentir sua falta.
SeuNome xx"

Fim.


Mais uma indicação de blog para vocês!
E além de indicar esse blog, eu gostaria de agradecer a dona dele por esse maravilhoso layout que ela fez para o meu blog! Haha
Obrigado Becks!!!

Meninas, deem uma passadinha no blog dela, lá tem fanfics maravilhosas e imagines perfeitos!


2 comentários:

  1. Pq que eu chorei ?
    E sobre ter partes de PILLOWTALK 😍😍😍

    ResponderExcluir
  2. Pq que eu chorei ?
    E sobre ter partes de PILLOWTALK 😍😍😍

    ResponderExcluir