Is Only Love #20 / 2ª Temporada

|| ||
                  Assim que terminamos de ter uma longa discussão em relação a tudo eu e meu pai fomos a obstetra. Dessa vez sem plateia. Ficamos conversando sobre coisas e eu acho que comprar um jatinho é demais.
 - Filha eu preciso te dizer uma coisa, você é a pessoa mais importante da minha vida e você tem que ser a primeira, a saber. – Ele falou.
 - Lá vem bomba... Pode falar. – Eu falei olhando para ele.
 - Enfim, esses últimos dias eu tenho feito muitas coisas em relação a investimentos e empresas... Eu tenho guardado muitos segredos e coisas do tipo, mas enfim, eu sou sócio da Syco como todos tem conhecimento, sou dono de uma rede de academias também... Eu queria dizer isso antes, mas pensei, porque tipo minha filha, que queria ver se a academia dava certo e deu, está dando um grande rendimento. Filha de ricos, passamos para milionários agora somos bilionários com uma conta bancaria em torno de 50 bilhões. – Ele falou. Uma pontada cobriu minha cabeça. AI MEU DEUS!
 - Pai por que não disse isso antes? – Eu perguntei com um sorriso de ponta a ponta da orelha.
 - Não queria falar sobre isso agora, estava esperando as coisas se estabelecerem, Simon está comigo nessa, fizemos tudo escondidos, e isso há um ano e meio.
 - Puta que pariu! Eu sou bilionária agora Porra! – Eu gritei dentro do carro.
 - Filha você não tem noção, a Syco está subindo como nunca, a academia Overcoming Academy tem subido sem contar os investimentos que eu tenho feito, eles subiram 45%, a cada dia que passa 1 milhão entra na minha conta. – Meu pai falou sorrindo.
 - Ai meu Deus! Estou falecendo aqui! Que noticia maravilhosa. – Eu falei sorrindo que nem o coringa.   
                  Enfim sobre o jatinho meu me explicou o lance, ele falou que ele e o Simon estão comprando juntos um jatinho particular executivo, eles vão adapta-lo para o bebê. Se bem que eu não me importo em usar aviões ou jatinhos alugados. Mas meu pai e o Simon querem que querem o jatinho.
                  Okay, minha felicidade por saber os negócios do meu pai estão indo bem me deixou muito feliz. Se meu pai e o Simon juntassem a conta bancaria eles seriam os homens mais ricos do mundo. Eu estou feliz pelo fato do meu filho nascer nessa época boa para a minha família.
                  Mesmo dentro do carro Harry não sai da minha cabeça por um segundo, como direi a ele de uma forma criativa sobre a gravidez? Ainda tem as Directioners, como dia a elas de uma forma aceitável? Eu acho melhor o Harry contar a novidade para elas da forma que ele achar melhor.
                  Eu estava me esquecendo de avisar Gemma sobre a gravidez, tinha a prometido que ela seria a primeira, a saber, agora eu estou me sentindo culpada por causa disso. Mas se eu disser-lhe-lhe como tudo aconteceu ela irá entender.
                  Quando chegamos ao consultório ficamos vendo televisão até que apareceu uma reportagem cós os meninos do 1D, quando eu vi Harry no palco meu corpo reagiu e meu ventre se contraiu, mas eu apenas o vi pela televisão e o meu corpo ficou assim? Saudades talvez?
                  Meu pai olhou para mim quando o Harry começou a falar sobre a nova turnê.
 - Harry você está namorando há oito meses a Eduarda Ray, como relacionamento de vocês está funcionando com essa nova turnê? – A reporte perguntou. Fiquei contente quando Harry abriu um sorriso, o sorriso que faz qualquer garota literalmente perder a base.
 - A amo muito. Eu estou realmente loucamente apaixonado por ela. Nosso relacionamento melhora a cada dia que passa, estamos em uma ótima fase. Nós passamos por algumas coisas ruins, mas estamos juntos e continuaremos juntos por muito tempo. – Harry respondeu.
 - Eles se amam. – Zayn falou. Como assim? Zaaaaaaaaaaaaaaaayn você fala? Meu Deus! Eu dei um grito e todos olharam para mim.
 - É que Harry é o meu namorado. – Eu expliquei com um sorriso maior que minha cara.
 - Uhum, sei... – Uma mulher debochou sendo extremamente sínica. Quando apareceram algumas fotos minha com o Harry na televisão. Eu olhei para a mesma mulher e levantei uma sobrancelha como quem dizia “quem está mentindo agora?”.
 - Saudades filha? – Meu pai perguntou secando uma lagrima que resolveu escapar do meu olho. Ele segurou minha mão e eu não pude controlar mais as minhas lágrimas.
 - Nossa pai você não sabe o que eu sinto, ainda mais agora nesse momento, como o queria comigo aqui. – Eu falei e coloquei a mão na minha barriga. Eu sequei minhas lagrimas com meu polegar. Eu fiquei lembrando-se de todos os momentos perfeitos que passamos juntos, dos momentos perfeitos que vamos passar agora. Não quero nada triste agora, quero apenas ter uma boa gravidez, poder cuidar do meu filho ao lado do Harry. Quero mentalizar só em coias boas, já passei por muita coisa ao lado do Harry e eu não quero mais chorar por coisas ruins, eu apenas quero positividades em minha vida, como diz Barbara.
                  Quando doutora Louise me viu abriu um sorriso e me deu um forte abraço. Terei algumas restrições nessa gravidez.  
·         Não faze nenhum tipo de esforço físico.
·         Repouso total e absoluto.
·         Tentar evitar o estresse de todas as formas.
·         Tomar todas as vitaminas e remédios direito.

                  Meu pai foi questionar sobre os estresses que eu sempre tenho na escola, eles discutiram sobre o assunto e chegaram à conclusão de que meu pai vai ter que contratar um professor particular. Não irei protestar contra isso, irei fazer de tudo para meu bebê nascer com saúde.
 - Que tal vermos esse bebê? – Ela perguntou sorridente.
 - Agora, nesse exato momento. – Eu falei, me levantando empolgada. De bate e pronto eu tive uma ideia boa para contar ao Harry sobre a gravidez.
 - Louise me ajuda com uma coisinha?  - Eu perguntei sorrindo.
 - Lógico. – Ela respondeu.
 - Tipo, eu queria que você circulasse o bebê no ultrassom e puxasse uma setinha a escrever “oi papai”? – Eu perguntei.
 - Vai contar para o Harry? – meu pai perguntou.
 - Sim, mas de uma forma diferente. – Eu falei, me preparando para o exame. – E eu vou precisar de dinheiro. – Eu falei sorrindo.
 - Quero novidade. – Meu pai murmurou.
                  Eu não seria capaz de descrever em palavras a emoção e o amor que eu sinto cada vez que eu vejo minha pequena azeitona nesse monitor.
 - Parece que teremos uma gravidez tranquila, porém você ainda não tem 21 anos, toda gravidez antes dessa idade corre certo risco, na verdade qualquer gravidez tem risco antes dos três meses e você está apenas com três semanas. Você disse que tem sentido cólica, isso é normal no inicio da gravidez, mas se você sentir cólica muito forte você deve ir a um hospital o mais rápido possível. Queremos esse bebê bem. – Louise falou quando concluiu o exame.
 - Claro. - Eu respondi.
 - Claro. – Respondi.
 - E Sr. Ray eu vou passar eu vou passar alguns remédios e vitaminas que ela não pode deixar de tomar, vamos ajudar o desenvolvimento do bebê para ele nascer com uma boa saúde mesmo se ele for prematuro, porque gravidez antes dos 21 corre o risco de ser prematuro. – Ela falou quando começou a anotar uma receita.
                  Louise passou alguns remédios e vitaminas e falou novamente da importância de todos eles. Quando fomos embora eu pedi para o meu pai dar uma passada em uma loja onde eles confeccionam camisas.
 - Bem! – Eu falei cumprimentando um amigo meu que já não vejo há algum tempo.
 - Srta. Ray como está sumida. – Ele falou abrindo um sorriso com seus lindos dentes caninos de prata. Nunca entendi o porquê de ele fazer isso.
 - Está acontecendo muitas coisas, mas você pode passar lá em casa para colocarmos o papo em dia. – Eu tentei falar com sutileza.
 - Mas a que devo a sua ilustre visita? – Ele perguntou, se apoiando com os cotovelos no balcão.
 - Eu quero uma camisa escrita “I can’t keep calm because i’m going to be a daddy” (eu não consigo manter a calma porque eu vou ser pai). – Eu falei.
 - Sim, só escolher o modelo que iremos fazer a camisa para você. – Ele falou cortês como sempre. Eu nunca fui capaz de entendê-lo, ele é sempre tão formal em tosos os momentos, e eu gosto disso, mas existe certos momentos que tanta formalidade chega a ser chato.
                  Eu escolhi uma camisa cinza de manga, Harry sempre usa camisas assim feias e sem graça, Harry é muito gato, sexy, mas as roupas dele não ajudam muito... Mas como eu o amo!
 - O que pretende fazer? – Meu pai perguntou.
 - Bem eu quero fazer uma caixa de presente para o Harry, com essa camisa, um sapatinho, a foto e uma cartinha que vou escrever para ele. Pai para isso eu preciso de um de seus caras para levar a caixa até ele e entregar nas mãos dele. – Falei sorrindo com aquele sorriso de “por favor, papai, faz isso para mim”. Meu pai me olhou com um olhar duro, mas depois sua expressão ficou suave com um sorriso que ele deu.
 - O que eu não faço por você né? – Ele falou. Eu o agarrei e dei vários beijinhos pelo rosto dele.
 - Obrigada pai! Você não sabe como eu fico feliz por isso. – Eu fiquei abraçada no meu pai até a camisa ficar pronta.
                  Quando a camisa ficou pronta eu passei em uma loja de bebê para comprar um sapatinho.
 - Olá o que procura. – Uma atendendo me perguntou com um sorriso forçado.
 - Eu não sei o sexo do meu bebê, mas procuro um sapatinho. – Respondi olhando para o redor da loja.
 - Nós temos alguns sapatinhos de lã e outros unissex. Você está grávida? Tão jovem. – Ela me perguntou espantada.
 - Sim, eu estou com três semanas, estamos muito entusiasmados com isso. – Eu respondi. Olhei em volte e encontrei ah não acredito! Que mine all star mais que perfeito!
 - Esses são para recém-nascidos. – Ela falou quando eu peguei um jeans.
 - Vou levar. – Eu falei os pegando.
 - São lindos, ótima escolha. – Ela falou. Eu continuei olhando as coisas. Corri meus olhos para o meu pai e abri um sorriso enorme.
 - Pode pegar o que quiser Eduarda. – Meu pai entendeu meu olhar.
 - Ah valeu! – Eu o agarrei e dei um ataque de beijinhos por todo o rosto dele. Entreguei minha bolsa a ele. Comecei a andar pela loja, aquilo parecia um paraíso, quanta coisa perfeita! Eu peguei varias coisas nas cores verdes, amarelo e branco, como ainda não sei o sexo do bebê escolhi cores que menino e menina podem usar. Também comprei uma caixa para presente.
                  Quando eu terminei tudo fomos pagar a conta, meu pai teve uma surpresa.
 - Nossa! – Meu pai falou entregando o cartão para a balconista.
 - Isso é porque eu não sei o sexo do bebê ainda.
 - O que me tranquiliza é saber que o pai dele pode bancar tudo isso. – Meu pai zombou.
                  Chegamos em casa quase na hora do almoço, coitado do meu pai ele que estava carregando todas as bolsas. Darlene veio me abraçar;
 - O que é isso tudo? – Darlene perguntou se referindo as bolsas.
 - Compras para o bebê, lembrando que ainda não sabemos do sexo. – Meu pai respondeu colocando tudo no sofá e logo depois meu pai se jogou no sofá também.  Ed veio correndo para mim. Eu o peguei no colo e ele ficou lambendo a minha cara.
 - Você é o bebê da mamãe, é sim, você é! – Eu falei com aquela voz de bebê.
                  Fui tomar banho, depois eu separei uma gaveta para colocar as coisas do meu bebê. Dobrei tudo graciosamente e com um sorriso idiota na cara. Nunca pensei que iria gostar tanto de arrumar roupas. Peguei meu celular para ligar para o Harry, queria ouvir a voz dele.
 - Meu amor,  eu pensei que você tinha se esquecido de mim. – Ele falou choramingando.
 - Você sabe que eu nunca iria te esquecer. – Eu falei. Minha barriga se contorceu de ansiedade, quero contar para ele, mas não posso.
 - Que ótimo. O que tem na sua voz? Está acontecendo alguma coisa? – Meu estomago se revirou.
 - Não Harry, eu apenas estou feliz por falar com você. Eu estou com muitas saudades, eu preciso ver você, abraçar você, eu preciso de você... – Falei começando a chorar.
 - Ai meu Deus, não chora, não posso ouvir você chorando. Duda por mim eu pagaria um avião e iria até você, mas infelizmente eu não posso. – Ele falou. Não conseguia mais controlar meus soluços. Como eu preciso dele, como eu o quero.
 - Está bem Harry, eu sinto muita falta de você...
 - Eu sinto sua falta, muito, eu não aguento mais ficar longe de você... – Agora quem começou a chorar foi ele.
 - Estamos parecendo crianças chorando... Eu te amo.
 - Te amo muito mais do que você possa imaginar.
 - Eu imagino sinto o mesmo por você. – Eu falei e pude perceber seu sorriso do outro lado da linha. – Eu vi a entrevista hoje cedo, e eu fiquei feliz com o que você disse de mim.
 - Algumas fãs me xingaram depois disso, mas eu não me importo.  – Ele falou.

 - Pois é Harry, a partir de agora vamos ligar o botão do foda-se e aproveitar. 
                  Eu e Harry ficamos conversando muito no telefone, até perdi o horário do almoço. Quando eu terminei de arrumar as coisas decidi descer para comer alguma coisa.
 - Duda! Eu acordei cedo e fui ao shopping. Ally falou assim que eu coloquei o pé no ultimo degrau da escada. Meu pai estava com Cindy vendo televisão e como sempre meu pai estava agarrado no Ed, Darlene estava no telefone conversando com alguém.
 - Minha filha o seu prato está no micro-ondas é só você esquentar. – Darlene falou e voltou a conversa animadamente com a pessoa no telefone. Chamei Ally para a cozinha.
 - Sim fiquei sabendo. – Eu falei para Ally. Eu e Ally tagarelamos sobre mil coisas incríveis de bebê que vimos hoje.
 - Eu estou torcendo para que seja uma menina. – Ela falou.
 - Eu acho que é u menino, sei lá eu sinto sabe?
 - E você já sabe que nomes você quer?
 - Bernardo Edward ou Alice Eduarda. – Eu respondi, mas em momento algum eu consegui parar de comer. Harry sempre quis que o nome da filha dele fosse Darcy, mas eu prefiro colocar o nome da minha mãe com o meu segundo nome e se for menino será Bernardo porque eu sempre tive o sonho de ter um filho chamado assim e Edward porque é o nome do Ed Sheeran e porque é o segundo nome do Harry.
 - Lindos esses nomes. Mas enfim, eu comprei uma coisinha para ele ou ela. – Ally falou tirando uma caixa de presente da bolsa dela.
 - Ah muito obrigada Ally! – Eu falei pegando da mão dela.
 - Eu queria ser a primeira a comprar algo para ele ou ela.
 - Vai ser o primeiro presente dele ou dela, eu comprei mil coisas hoje.

 - Abre para ver ser você gosta. – Ela falou entusiasmada. Eu abri a caixa e era um ursinho de pelúcia.   
 - Awwwwwn que meigo! – Eu falei agarrando o urso.
 - Ele é antialérgico, perfeito para recém-nascido, - Ele falou. Eu me levantei do banco e a abracei.
 - Obrigada Ally. – Eu falei em um abraço caloroso.
 - Quero que você saiba que eu amo muito essa coisinha aqui dentro, e não vejo a hora de poder agarrar, apertar, beijar essa coisa linda! – Ela falou colocando a mão na minha barriga.
 - Awn Ally! – Eu falei e nos abraçamos mais.
                  Depois de comer eu me lembrei da promessa que fiz a Gemma que infelizmente eu não consegui cumprir. Estava sozinha na cozinha e peguei meu celular e liguei para ela. Gemma atendeu no terceiro toque.
 - Cunha! – Ela falou.
 - Ei Gemma!
 - Boas notícias?
 - Uma boa e uma ruim, qual é a primeira que você quer ouvir?
 - A ruim, a boa pode aliviar a ruim quem sabe.
 - A ruim é que você infelizmente não foi a primeira, a saber. – Eu falei e ouvi um grito do outro lado da linha.
 - Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah você está grávida? Eu nem me importo se sou ou não a primeira, a saber. Ele já sabe?
 - Quem está grávida Gemma? – A linda e calma voz da minha sogra surgiu do fundo.
 - A Duda mãe, ela engravidou de novo. – Gemma falou contente.
 - Ai meu Deus, eu não posso acreditar. Quando você soube? – Anne perguntou provavelmente pegando o celular da Gemma de sua mão.
 - Mãe coloca no viva voz. – Pronto Duda agora nós três podemos conversar. – Gemma falou.
                  Depois de ficar uma hora no telefone com elas falando sobre mil assuntos em relação ao bebê e ao Harry eu desliguei. Fui ver TV com a minha família. Nesse momento mil coisas vieram em minha mente, como deve ser o rostinho dele? Dele... dele... eu sei que é ele, não entendo, mas eu sei.
                  Depois do treinamento do Ed eu me deitei e peguei meu caderno para escrever a carta. O que escrever para Harry? Coloquei minha cabeça para funcionar e comecei  a escrever palavras que estavam escritas no meu coração.
Eu não sei por onde começar e o que dizer... lembra quando nos conhecemos? Aquele momento em que você saiu do carro em LA, eu não sabia que meu destino estava traçado, ou que eu estaria encontrando o grande amor da minha vida.
Conversamos na piscina durante a tarde toda. Dançamos na festa do noivado do meu pai e você acabou ficando com outra garota, que ódio eu fiquei de você. Acabei dançando com Zayn, o carinha que não sabe dançar. Para completar passamos a noite juntos porque eu o levei embora e você me obrigou a dormir do seu lado naquela noite, Harry você estava muito bêbado.
Brigas, brigas, brigas e mais brigas quando fomos buscar Ally na casa do pai dela. Acabamos ficando sem gasolina e sozinhos na estrada deserta e você me roubou um beijo, um beijo que só os seus lábios me permitem sentir. Passamos uma noite em um motel barato e eu comecei a descobrir meu amor por ti.
Passamos um ótimo mês juntos até nos separarmos por um longo e doloroso mês, nesse mês eu pude descobrir uma gravidez, me arrependo até hoje por não ter aceitado no primeiro momento, mas me culpo até hoje por não conseguir levar à gravidez a diante.
Harry o tempo que ficamos longe me fez amar mais e mais você.  E meu amor cresce a cada segundo que se passa. Ontem de madrugada esse nosso amor apareceu na minha barriga com 3 semanas e 5 milímetros que irá crescendo a cada segundo que passar. O nosso pequeno está dentro de mim e daqui a alguns meses estará no nosso colo para provar o quão grande e verdadeiro é o nosso amor.
Eu e ele te amamos muito.
Com amor, Eduarda.

                  Eu dobrei a carta e a coloquei em um envelope, dobrei a camisa e a coloquei na caixa, depois a carta, em cima da carta a ultrassom e o sapatinho.
 _____________CONTINUA____________

Heeeeeeeeeeeey girls! Espero que tenha curtido o capitulo. Vou explicar como vai ser o decorrer da fic, agora cada capitulo vai representar a gravidez dela, tipo o próximo vai ser de um mês, o outro dois meses. Quando eu começar a postar vocês vão entender!

Mas quem quer continuação???? Comentem que eu continuo! 

24 comentários:

  1. Áaaaaaaaaaaa ficou muito Divo continua

    ResponderExcluir
  2. Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh MEU CORE!! Continua pfff!!

    ResponderExcluir
  3. Continuaaaaa mt diva sua fic !!

    ResponderExcluir
  4. Deeeeeus do céu ! Como vce demorou!! Kkk Maaas eu estou muuuito feliz pq vce voltou kk

    CONTINUA NÉAHR? HAHHA
    TO MUUUUITO ANCIOSA

    ResponderExcluir
  5. É bom continuar ein lq ta perfeito e eu quero 3° temporada o mais rapido possivel pq esta muito perfeito .
    Eu quero ler todas as suas fics pq a cada dia me apaixono mais por elas .
    Obrigada por me mostrar um mundo de imagines tao perfeitos e olha que eu nem sou Directioner (nem sei se é assim que se escreve) eu so sou Belieber desculpe se eu te julguei em algum momento mais espero que seu mundo seja a cada dia melhor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem sei se você me julgou, mas ook! Obrigada!

      Excluir
  6. Aaaaaaaaaaaaaaa continuaaaaaa ta de mail

    ResponderExcluir
  7. Continuaaaaaa to morrendo aqui pq ta mto pftoo

    ResponderExcluir
  8. Quando puder faz um imagine com o hazza pra mim meu niver e dia 10 do mes que vem (eu sei que ta adiantado neh mas) tanks Duda

    Ashley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode deixar eu vou fazer! Hot ou não?

      Excluir
    2. Hot brigada Duda desculpa nao te responder antes tava de castigo
      Ashley

      Excluir
    3. Nada Ashley, vou fazer o imagine e postar dia 10 em ponto, fique de olho aqui no blog!

      Excluir
    4. Tudo bem

      Xx Ashley

      Excluir
  9. aahh ameii Duda please continua o mais rapido possível, aammooo sua fic!! Te Adoro!!
    Xx emilly bjoos

    ResponderExcluir
  10. Parabéns Duda essa é a fic mais perfeita q já li.estou ansiosa para os próximos capítulos parabéns mesmo ♥ essa é a única fic pra mim que vale a pena esperar pq cada capítulo vc se apaixona mais parabéns

    ResponderExcluir
  11. Ai meu Deuuuuuus! Continua, continua! por favor! <3 <3

    To amando! <3 Muito per! Indiquei seu blog pra todas as minhas amigas! Meu favorito!

    ResponderExcluir
  12. Cara continua logo,se vc ñ continuar eu vo morrer

    ResponderExcluir
  13. Continua, continua! Por favor! <3 <3 <3
    Estou adorando!!

    ResponderExcluir
  14. continuaaaa plmds senão vo morrer
    cara preciso saber a reação do Harry
    precisa continuar,nós necessitamos

    ResponderExcluir
  15. Eu sempre li sua fic. ela ta foda pf continua o mais rapido possivel, eu to adorando ela, descubri o seu site poucos meses e ja estou adorando, pf posta logo o outro ep. Pf o rigada pela atençao bjs, ass. Catinha :3

    ResponderExcluir